top of page
  • Foto do escritorNadia Apud

8 Motivos para fazer Pilates. Uma lista de benefícios que podem mudar sua vida

Atualizado: 10 de nov. de 2021



Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), qualidade de vida é a percepção de uma pessoa sobre sua própria vida. Isso, no contexto cultural e nas relações delas com objetivos, expectativas, padrões e preocupações. Incluindo saúde física, saúde psicológica, nível de independência, relações sociais, características ambientais e o padrão espiritual.



Portanto, uma boa qualidade de vida necessariamente está relacionada com atividades físicas. Sendo assim, o Pilates, método de exercício físico criado por Joseph Hubertus Pilates, pode ser uma grande ferramenta para melhorar a qualidade da sua vida.


Mas como o Pilates pode te ajudar a alcançar tudo isso?


1 Boa postura


Uma dos maiores resultados propiciados pelo Pilates é o aumento de força.


Um bom programa de Pilates submete o praticante a uma adequada sobrecarga nos músculos do tórax e das pernas. Sendo esses os protagonistas da manutenção das posturas cotidianas.


Além disso, esse programa ensina a postura correta.


2 Equilíbrio


Essa mesma força mencionada anteriormente pode te ajudar no equilíbrio durante o dia a dia. E isso é muito importante, porque afinal, quem não gosta de caminhar no cantinho da calçada?


Brincadeiras a parte, ter um bom equilíbrio pode te ajudar a caminhar mais rápido, carregar objetos pesados, superar obstáculos, cumprir tarefas que demandem o manuseio de objetos distantes do corpo e etc..


3 Flexibilidade


Por onde você andar, vai ouvir frases como “preciso melhorar meu alongamento” ou “nossa, eu sou duro demais”.


Isso nos mostra como todo mundo deseja ou acredita que é preciso ter um boa flexibilidade. Mas para quê ser alongadinho?


Como você acho que consegue pegar uma mala no banco de trás do carro? E amarrar o cadarço do seu tênis? Ou até buscar um antigo livro no topo da estante?


Para tudo isso você precisará de um certo alongamento e força muscular.


4 Vida segura


Praticantes assíduos de Pilates, portanto pessoas que já têm força e alongamento, executam suas atividades diárias com segurança e facilidade.


Isso porque, muitas quedas - por exemplo - são causadas por fraqueza muscular. Essa fraqueza causa perda do equilíbrio corporal ou perda da capacidade de sustentação.


Por isso, o Pilates se mostra uma importante ferramenta para idosos. Uma vez que essa faixa etária é mais suscetível a acidentes - ou lesões.


Grávidas também são pessoas que se beneficiam muito com tudo isso. Uma vez que é de extrema importância que elas se adaptem a sua nova condição corporal. Visto que para isso é necessário força, flexibilidade e equilíbrio.


Ademais, vale destacar que há uma correlação entre o número de lesões e o nível de flexibilidade. Isso significa que pessoas mais flexíveis se machucam menos. Por isso o Pilates conquista também atletas no mundo inteiro.


5 Habilidades motoras


Como tudo nesse texto, esse tópico está relacionado com todos os outros.


Habilidades motoras são tarefas que tem uma finalidade específica ou um objetivo a ser atingido. E também um indicador da qualidade de desempenho.


Isso se relaciona com os outros tópicos uma vez que a habilidade de andar, correr, arremessar, pegar algo, sentar-se, levantar-se, entre outras infinitas, necessitam de força e flexibilidade (princípios básicos do método Pilates).


6 Massa corporal adequada


Pilates é um exercício físico. E, como somos o resultado de tudo aquilo que comemos menos tudo o que gastamos, essa atividade física também pode ajudar na manutenção do nossa massa corporal.


A perda de massa corporal não é o foco do Pilates. Mas a prática de atividades físicas ocupam seu tempo e geraram objetivos em sua vida.


Gerar objetivos é um dos pontos fortes do Pilates. Esse é um método "especialista" em dar metas aos seus praticantes.


E quem pode discordar que isso não faz as pessoas comerem menos?


Por isso, sim, o Pilates é uma ferramenta importante para a manutenção, ou até diminuição, da massa corporal.


7 Estresse


Vimos até aqui o poder do Pilates de cuidar do seu corpo. Porém você não é só ossos e músculos.


Já é amplamente sabido que exercício físico age como importante aliviador de estresse.


Uma boa qualidade de vida já é capaz de diminuir seu estresse sozinha. Mas com o Pilates os benefícios podem ser ampliados.


O fato de gerar um grande desafio para o praticante, faz com que ele necessite colocar todo seu foco e concentração num só ponto: a atividade em questão.


E, é obvio, que isso o fará esquecer dos problemas do dia a dia ou alguma irritação momentânea. Ainda, o deixará calmo e, portanto, com a mente limpa e pronta para voltar ao trabalho.


A prática constante de Pilates pode melhorar muito o humor. Isso, porque ajuda a aprimorar o sono e aumentar a autoconfiança.


Por fim, o Pilates age como uma bomba de endorfinas. Esse é um conhecimento já bem definido no mundo cientifico. Já é amplamente sabido que qualquer exercício aumenta a produção do neurotransmissor responsável pelo "bem estar".


8 Saúde


Para finalizar o post, vale destacar o poder do Pilates em amenizar os sintomas de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, esclerose múltipla e etc..


Mas o principal grupo beneficiado é o composto por pessoas com dores na coluna, por ser essa uma região de foco do método de Joseph.


Existem diversos artigos científicos que demonstram a relação do Pilates com a diminuição dos sintomas dessas doenças (podem ser encontrados nas referências).


 

Referências



Joseph Hubertus Pilates - Wikipédia


Liposcki et al., 2018. Artigo original


Muscolino; Cipriani, 2004. Artigo original


Magill, 2011.


Siqueira Rodrigues et al., 2009. Artigo original


Suárez-Iglesias et al., 2019. Artigo original


Fernández-Rodríguez et al., 2019. Artigo original


Thoma et al., 2016. Artigo original


Junges; Jacondino; Gottlieb, 2015. Artigo original

92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page