top of page
  • Foto do escritorNadia Apud

Bola de Pilates - Será que é mesmo?

Dentro de um estúdio de Pilates é muito comum chegarem alunos dizendo que já frequentaram aulas de Pilates na bola.


Quando nós instrutores ouvimos isso, já sabemos que aquele aluno não fazia aula de Pilates, e sim, uma atividade fisica com foco no fortalecimento muscular ou na reabilitação, onde talvez, o instrutor utilizasse alguns exercícios parecidos com os movimentos do Pilates.



Podemos afirmar isto, porque Pilates é um método de condicionamento físico e método por definição é um processo organizado, um sistema, um meio de se fazer alguma coisa; e no método Pilates, deixado por Joseph Pilates, não se usam bolas em nenhum exercício.


O Método Pilates possui seus equipamentos e acessórios próprios, equipamentos estes que se bem utilizados propiciam um excelente e completo trabalho de fortalecimento, alongamento e organização corporal, por isso o resultado da prática do Pilates é um corpo mais saudável, apto a realizar qualquer outra atividade fisica e portanto menos suscetível a lesões.


E apesar de ser uma atividade fisica intensa e vigorosa, os exercícios são feitos de maneira controlada, com evoluções no grau de dificuldade seguras e com atenção máxima, por isso o Pilates se tornou uma atividade fisica indicada para todos, desde atletas até pessoas lesionadas.


Agora um fato não sabemos explicar, de onde veio esta questão que só no Brasil encontramos, onde o Pilates é visto como uma atividade da fisioterapia, e dentro deste mundo da fisioterapia é que a Bola Suíça acabou entrando no Pilates.


Está bola grande foi desenvolvida em 1963, pela Aquilino Cosani, uma fábrica de plásticos italiana, Mary Quinton fisioterapeuta britânica, que atuava na Suíça, foi a primeira a utilizar a bola como equipamento auxiliar em reabilitação para recém nascidos, logo em seguida na faculdade da Basileia, também a bola passou a ser usada para a realização de exercícios físicos com o intuito de reabilitação neuro motora; quando a bola passou a ser amplamente usada no Estados Unidos, ganhou o apelido de Bola Suíça.


Os resultados dos trabalhos com a bola foram ótimos e sua boa fama se espalhou rapidamente; por ser um acessório barato , de fácil aquisição e até lúdico, a bola se tornou uma querida dentro das academias e estúdios pelo Brasil.


Aqui no Studio TIP seguimos o método Pilates, procuramos ser fiéis ao seu criador; lógico que cada corpo e cada aluno possui a sua realidade e a sua necessidade, sabemos reconhecer e usar o que for necessário, porém um coisa é fato: não existe bola Suíça no Pilates e, portanto, não existe bola de Pilates.



Referências:


1. Os efeitos do método pilates no alinhamento postural: estudo piloto, Fisioterapia Ser • vol. 3 - nº 4 • 2008

2. Efeitos de exercícios do método Pilates na força muscular respiratória de idosas: um ensaio clínico, Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., Rio de Janeiro, 2014; 17(3):517-523

3. Daniele Cecatto Kroetz, Máira Daniéla dos Santos, BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NAS ALTERAÇÕES MUSCULOESQUELÉTICAS DECORRENTES DO PERÍODO GESTACIONAL, Visão Universitária (2015) v.(3):72 -89

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page